Advento

A iniciar o Advento, partilham-se dois poemas da Ir. Idalina Almeida.

Preparemo-nos para o Natal do Senhor, inspirados pela sua beleza.

ORAÇÃO – DESEJO (Fragmentos II)
 (em tempo de Advento)
  
 Como eu quero caminhar ao Teu encontro!
 Como eu quero acolher a Tua chegada! 
 Como eu quero recolher em mim
 Os sinais da tua presença,
 Quando a vida puxa para todos os lados!
 Toma conta, Senhor,
 Da minha cabeça e do meu coração,
 Não permitas que a dispersão
 Me impeça de viver o “agora”
 Que Tu me ofereces.
 Concentra o meu coração
 Para acolher a Tua Palavra
 Que em cada dia me propões
 Como guia e alimento
 Desta caminhada
 Que precede a Tua chegada.

 (Idalina Almeida, rscm) 
MARIA, MULHER DE FÉ! (Fragmentos II)
(Advento)
  
 Maria! 
 A Mulher disponível a Deus e aos outros!
 Não guarda só para Si 
 A alegria que todo o Povo espera – O Messias!
 Isabel, a primeira capaz de captar
 Que o mistério aconteceu.
 Percebe o Emanuel – Deus Connosco!
 Acolhe-O, exalta-O
 Elogia Aquela que acreditou!
 Maria, Mulher de Fé,
 Senhora da humildade,
 Sabe que tudo quanto aconteceu 
 É ação de Yavé, seu Deus.
 Caminha sem ver claro o caminho… 
 Aceita o que há de acontecer…
 Vive o que vai acontecendo…
 Maria, Mulher da interioridade!
 Silenciosa reza,
 Silenciosa trabalha,
 Silenciosa medita todas as coisas,
 Silenciosa amadurece na fé,
 Silenciosa acompanha o Filho,
 Silenciosa, de pé, experimenta a morte,
 Silenciosa aceita ser Mãe da humanidade,
 Silenciosa acolhe a plenitude do Espírito,
 Maria, Tu que és Mãe,
 Olha por nós, teus filhos! 

(Idalina Almeida, rscm)